Espectro

Começou assim

E acabou

Antes de chegar ao fim

 

Vi-te deslumbrante

Com um alegre semblante

E um sorriso brilhante

 

Esse olhar atravessou-me a alma

Perdi toda a calma

 

Perdi o controlo

Perdi a noção

A percepção

A lógica

 

O meu coração

Assumiu as rédeas

Do meu sistema nervoso

O corpo todo

Fugia ás ordens

Da massa cinzenta

 

Mas tudo isso acabou

Fechei a cortina

Mas o coração ainda desatina

Cada vez que te vejo.

 

Um beijo.

Era tudo o que eu queria

Mas não veio

E caí na melancolia.

 

Levantei uma parede

Que estás sempre a esburacar…

Porque eu tento

Mas não te consigo odiar

 

És um fantasma

Uma aparição

Um espectro

Que amaldiçoa

O meu coração

 

Quero-te exorcizar.

Ficar cego, surdo e mudo.

Porque de resto

Já tentei tudo.

E nada parece funcionar.

 

Eu sei que não presto

Nem para ti, nem para ninguém.

E por isso estou preparado

Vemo-nos no Além.

Anúncios